Como organizar os gastos de final de ano?

Como organizar os gastos de final de ano?

O fim do ano se aproxima! Com a chegada dele, ofertas e apelos ao consumismo tornam-se propícios para desestabilizar o orçamento familiar. Mesmo com o 13º salário em mãos, o momento exige cuidado e muito planejamento para não começar o ano de 2017 no vermelho ou com gatos fora do previsto.

Muito além dos gastos do final de ano, 2017 se iniciará com IPTU, IPVA, entre outras despesas importante e que precisam ser pagas. Portanto, o consumo consciente é imprescindível e a atenção precisa ser redobrada. Para Pedro Braggio, especialistas em finanças, o final do ano pode ser uma boa época para iniciar toda a família no processo de educação financeira. Confira algumas dicas de especialistas divulgadas pelo portal Dinheirama:

Não compre por impulso

É sair de casa já sabendo o quanto pode gastar. Siga um planejamento. É importante ter cuidado para não ser contagiado pelo comportamento dos outros, ressalta o professor do Insper, Otto Nogami.

Evite usar todo o 13º

É importante usar o 13º salário com os pagamentos do início de ano, que normalmente, sempre são mais pesados, como IPTU e IPVA. Os pagamentos à vista para estas finalidades ajudam a conseguir excelentes descontos. Esse valor ainda pode ser usado para realizar um sonho ou para uma emergência. Dinheiro guardado só aumenta a sua liberdade de escolha, ressalta Ana Paula Hornos.

Equilibre o consumo e a felicidade

É importante não se deixar levar pelo lado emocional. Por isso, não extrapole o seu orçamento. A simbologia de datas revela muito mais união e presença, do que um presente, por exemplo.

Fique atento às finanças e avalie bem antes de fechar qualquer negócio!

Fonte: Consórcio de Imóveis / Assessoria de Imprensa / Dinheirama

Deixe uma resposta